O procedimento apareceu pela primeira vez na literatura em 1980. Foi descrito detalhadamente por Epstein e teria como objetivo principal, ser um coadjuvante nos resultados das ritidectomias (lifting facial cirúrgico). Dessa forma, surgiu como procedimento eminentemente estético.

Passadas mais de 3 décadas, o procedimento ressurgiu com vigor amparado pela idéia estético funcional. Na verdade, o procedimento se pensado como funcional, repercute esteticamente e vice-versa. O fato é que ele não resolve sozinho todos os problemas do terço médio da face, ele é uma das ferramentas para harmonizar este terço facial. Temos ainda os fios de dermossustentação facial e os preenchimentos com implantes faciais, ácido hialurônico e demais preenchedores disponíveis no mercado.

Indicação

O procedimento está indicado para pessoas que tem bochechas muito proeminentes.

Técnica

O procedimento é realizado com anestesia local, onde através de uma pequena incisão intra-bucal e afastamento dos tecidos, o corpo adiposo da bochecha ou mais comumente conhecida, bola de Bichat pode ser tracionada para fora e removida total ou parcialmente. Sendo realizada de forma correta, o pós-operatório é bem tranquilo com pouco edema, sendo que o resultado total se expressa dentro de, pelo menos, 3 meses.

Autor: Dr. Ruy Guedes